Casa

Bom dia, Helena, sei que deveria estar feliz, mas estou triste e exausta, exausta, me arrastando mesmo, não é só o fim do ano, todo o fim de ano, mas os milhares de mortos, a falta de esperança e essa sina de me sentir insuficiente, de não ter dado conta, quem deu? Leio sobre casas amarelas enquanto cantarolo “fiz minha casa no teu cangote” e eu queria tanto, tanto, que bastasse, queria só uma chance, sabe? Nem coloco mais a culpa nos hormônios, Helena. Sou só eu.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s