Alberto

Bom dia, Helena, eu continuo buscando salvação, não mais em um deus que pouco de importa conosco, mas cada vez mais nas pessoas. E nas palavras. Hoje elas me chegam com saudades na sua voz que eu tanto amo. Na nossa esperança em dias melhores. Chegam também pela voz grave de Alberto Pucheu lendo Quintana. Na minha lápide haverá Chagal, confesso que bebi, mas também haverá um “ela foi salva pelas palavras”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s