Segunda

Um dia de cada vez, Helena. O mundo lá fora se desfaz em ódio e violência, mas aqui tudo se encaminha dentro do possível. Como é estranho esse caminho de criar o possível mesmo tendo o impossível como horizonte. Eu sigo de teimosa que sou, você bem sabe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s