Bom dia, Helena, o Jô morreu e eu fico pensando aqui em como é importante que ele tenha existido. Que tenha criado o Capitão Gay e conduzido as melhores entrevistas. Como é importante que tenhamos gente inteligente, debochada e crítica conservando conosco, nos mostrando o mundo e tudo o que não sabemos dele. Eu sinto falta da gente ser inteligente.

Pergunta

O que você faria se todo o existir lhe tivesse sido permitido? Se nunca tivessem lhe apontado o dedo, o erro, a culpa? Quem você seria se toda a vida lhe tivesse sido ofertada? Se nunca lhe tivessem negado o amor, a aceitação, a proteção? Como você existiria sem essa mão apertando o peito?

Miojo

Sempre me perguntam como eu faço as coisas apesar das crias. Não, eu faço por causa. Não estaria aqui, nem teria sobrevivido a todos os meus piores dias. Poderia ter sido na falta de comida ou no excesso de bebida, poderia ter sido só na tristeza. Teve um tempo que era só sopinha de bebê, outro só miojo, outro só croissant. Um croissant ao longo do dia. Teve o tempo em que foi só o Jack. Muitas vezes foi só o Jack. Hoje, nos dias difíceis, e são tantos, peço uma pizza. Tá de bom tamanho.